g2h

level

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Gangue do palhaço traz

Gangue do palhaço traz lenda de palhaço após aparição da reportagem de Crimes que abalaram o mundo nos idos de 90.
Nessa ocasião foi apresentado o caso do Palhaço Norte Anericano que em 1960 assassinava crianças.
Muitas pessoas inspirado na reportagem começou a difundir a história do palhaço na cidade de Osasco estaria roubando criancinhas para vender órgãos.

Em pouco tempo essa história chegou a grande São Paulo, ganhando versões cada vez mais verídicos, agora o palhaço atacava em todo a região, tinha dois ajudantes, uma Kombi azul, e só atacava em escolas publicas.

Chegou ao ponto de uma escola, em Mauá a ser "atacada" pelo Palhaço, todos sabiam de alguém que conhecia a vítima, mas ninguém conhecia a própria vítima.


Tipicamente de Lenda Urbana: "todos sabiam de alguém que conhecia a vítima, mas ninguém de fato conhecia a própria vítima."

Parece que a gangue do palhaço voltou, assista ao vídeo.



Lendas e Mitos Urbanos.

domingo, 20 de maio de 2012

Diabinho da Garrafa cuidado

Lenda do Diabinho da Garrafa
DIABINHO DA GARRAFA

Diabinho da Garrafa cuidado ao encontrar a garrafa, muito conhecido também como Famaliá, Cramulhão, Capeta da Garrafa, entre outros nomes.

Na verdade este ser é fruto de um pacto que as pessoas afirmam que se pode fazer com o diabo, este pacto consiste na maioria das vezes de uma troca, a pessoa pede riqueza em troca da a alma ao diabo.
Após feito o pacto a pessoa tem que conseguir um ovo que dele nascerá um diabinho de 15cm à aproximadamente 20cm, más não se trata de um simples ovo de galinha, e sim um ovo especial, fecundado pelo próprio diabo.

E você...faria um pacto com o Diabinho da Garrafa!
Eu hem, nem pensar.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Lenda do Boto Cor de Rosa traz

Lenda do Boto Cor de Rosa traz um mistério que muitos desconhecem nos dias de hoje, muito embora com uma divulgação em intensa na internet.


Conta na Amazônia, que os botos do rio Amazonas fazem charme para as moças que vivem em vilas e cidades à beira-rio.
Eles as namoram e, depois, tornam-se os pais de seus filhos!

No início da noite, o boto se transforma em um belo homem e sai das águas, muito bem vestido e de chapéu, para esconder o buraco que todos os botos têm no alto da cabeça (o buraco serve para respirar o ar, já que os botos são mamíferos e têm pulmões, como você). O rapaz-boto vai aos bailes, dança, bebe, conversa e conquista uma moça bonita. Mas, antes do dia surgir, entra de novo na água do rio e se transforma de novo em um mamífero das águas.

O boto verdadeiro
O verdadeiro boto é um mamífero da ordem dos cetáceos. Há um grupo deles que vive exclusivamente em água doce, de rio. O que vive na América do Sul tem o corpo alongado, de dois a três metros de comprimento. Tem grandes nadadeiras peitorais e cerca de 134 dentes. São cinzentos, mas clareiam com a idade e ficam cor-de-rosa!

Botos comem peixes e, às vezes, frutos que caem no rio. A fêmea tem um filhote, que permanece ao seu lado até ficar adulto.

Parece que as lendas sobre "botos-homens" só surgiram no Brasil a partir do século XVIII. Pelo menos, nenhum pesquisador encontrou registros mais antigos dessa lenda! Mas, na mitologia dos índios tupis, há um deus - o Uauiará - que se transforma em boto. Esse deus adora namorar belas mulheres.


Até hoje, mães solteiras na região do Amazonas dizem que seus filhos são filhos "do boto"! O olho do boto, seco, é considerado um ótimo amuleto para conseguir sucesso no amor. Se o homem quer conquistar uma mulher, dizem que ele deve olhar para ela através de um olho de boto. Desse jeito, ela não vai poder resistir - e vai ficar perdidamente apaixonada...

Faça seu comentário.

Postagens populares

Google+ Followers

Google+ Badge